Quarta-feira, 21 de Maio de 2008

Penalty's

O facto; Aumento dos combustíveis de forma alucinante;

A GALP não prescinde da ganância cega típica de quem age em quase monopólio. O estado para baixar o IEC teria que realmente ter menos 100 mil funcionários púbicos (isto por baixo) e emagrecer a sério como todos os políticos andam a prometer mas nenhum cumpre. Sim, dispensar aqueles que nas mais diversas áreas não estão a fazer nada e contribuem apenas para os empregos artificialmente úteis. Como resultado temos a degola da frágil economia portuguesa e o roubo legalizado a quem realmente trabalha. Mais uma vez, quem verdadeiramente sofre com este aumento são os trabalhadores e empresários do sector privado, i.e., os empreendedores, os arrojados e independentes dum estado social indigno que existe em Portugal.

 

O Número; No primeiro trimestre de 2008 o PIB (homólogo) nacional cresceu 0,9%!!!

É caso para dizer…Procura-se viva ou morta! Se alguém viu a robustez económica, diga aonde, o Sócrates vai lá buscá-la! Enfim, os figos caem de maduros, os aldrabões pelo seu discurso e os incompetentes pela frequência dos seus erros!

 

A frase; Mas o meu primo disse que as drogas são fixes…que nos fazem sentir coisas boas (o miúdo exclama/pergunta)…(resposta/esclarecimento do oráculo do www.tu-alinhas.pt) Coisas boas e outras menos boas!

Jurava, infelizmente por experiências bem próximas, que as drogas têm coisas menos boas, coisas péssimas, degradantes e às vezes mortais. Estranho esta forma de tratar jovens, ainda que novos. Para os funcionários públicos que tem como função lutar contra a toxicodependência, é correcto e apropriado dizer que a droga não tem coisas más.

No mínimo, extremo mau gosto! Para não dizer que este é mais um belo exemplo da pedagogia típica dos homens de esquerda que têm medo de lutar sem ver a vitória à vista. Aliás, para isto não é preciso o IDT-Instituto da Droga e Toxicodependência, basta gravar o Californication (divinal série que dá na RTP2 à segunda-feira) e reproduzi-lo nas escolas básicas e preparatórias, ou então melhor, aulas práticas de trabalhos manuais para os meninos, no Bairro Alto, com o cigano da esquina que vende a dito merchandise.

 

Diria mesmo que esta página da Internet faz-me ter vergonha de pagar impostos!

 

sinto-me: bem
música: numb
publicado por Planeta Roxo às 22:41

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 14 de Maio de 2008

Vinhos em noites de fim de semana

Azienda Agrícola dell’Istituto Diocesano

per il Sostentamento del Clero di Vittorio Veneto

Lison Pramaggiore DOC

Colheita 2005

 Cabernet Franc

Não tem preço (Oferecido)

 

Apresentação

 

Rotulagem de bom gosto e apelativa. Recorre aos brazões/dísticos do clero tão ao gosto da maioria das sociedades Latinas. Rolha, peça inteira de qualidade média. Garrafa, bordalesa verde.  

 

Prova

 

Aspecto- Limpo e aberto. Violeta pouco exuberante. Sem lágrima o que denunciou o seu fraco teor alcoólico.  

Nariz- À partida tostados muito intensos, identifiquei o aroma muito com fumo. Meia hora depois de aberto detectou-se alguma evolução. Tendo concordado com a presença de baunilhados correctos e mesmo alguns aromas a chá e infusões.

Boca- O melhor do vinho. Corpo normal, globalmente equilibrado e com uma acidez bem interessante para quem está farto de vinhos chatos e excessivamente uniformes.

 

Avaliação final

 

Vinho correcto, muito razoável. Está na altura para ser bebido, não ganha nada em ficar mais tempo na garrafa.     

 

Nota final

 

Não saber o preço condiciona muito a pontuação. Mas na segunda incursão deste blog por vinhos estrangeiros classifico este com 14 valores.

 

Lison Pramaggiore- É uma região relativamente perto de Veneza, bem no lá no norte da “bota”. Pela amostra não é difícil admitir que em Itália a qualidade média dos vinhos parece ser aceitável. Este, foi uma cortesia de um empresário italiano, do qual sou consultor alimentar, e que traz uma "palete" dele quando vai à sua terra natal.  

 

 

sinto-me: bem
música: ser benfiquista
tags:
publicado por Planeta Roxo às 22:54

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 9 de Maio de 2008

Penalty's

 

O número; Um pouco mais de 13,6 milhões de contos (67,9 milhões de euros, em moeda da zona Euro ), foi quanto custou a presidência portuguesa da União Europeia ao bolso de todos que pagam impostos neste país.

 

-Cimeira Europa-África; Receber ditadores, assassinos e defensores da ausência de democracia...2,2 milhões de contos! Depois admiram-se que hajam parvinhos saudosistas do Salazarismo ou dos tempos do PREC!

 

Há o Banco Alimentar para os Pobres e a União Europeia para os políticos e sua órbita de agiotas.

 

Decerto que esta coisa da "Construção Europeia" feita à revelia dos cidadãos, só agrada a políticos sem escrúpulos que autenticamente se "enchem dele"  de uma forma vergonhosa, tão vergonhosa como a forma de administradores bancários se garantirem à conta dos accionistas e clientes dos bancos que gerem. 

 

O Facto; As punições do apito dourado/apito final.

 

Como acontece de forma escandalosamente frequente neste país, dois pesos duas medidas e a justiça tem olhos! 

 

Não se percebe!

 

Para o "mexilhão" há descida divisão. Para o caça grossa, os juristas leram centenas de livros, viram as "provas" e não descobriram a coacção, optaram sim, pela  tão conviniente e salomónica conclusão da corrupção tentada. Sim, porque para Ricardo Costa (Presidente da Comissão Disciplinar da Liga)  um árbitro é consumido pela corrupção, mas não houve ninguém que a pagou, logo, há corrupção consumada, mas estranhamente não há autor da mesma! Esquisito de entender no caso de você ser uma pessoa séria, claro!  

 

Pode-se dizer que Benfica e Sporting, no passado, de décadas já distantes em que o futebol era de tostões, ganharam um ou dois campeonatos com ajuda dos "árbitros". Agora 20 anos consecutivos a "roubar" como o Futebol Clube do Porto, não têm precedentes, nem aqui, nem em todo o mundo!

 

Que raio de "timming" e forma encontrada para anunciar punições! Já agora aguentavam uma semana e faziam a coisa com menos "show".

 

As imagens; Hoje, junto à Torre de Belém.  Outono de 2007, no Zellerbach Hall UC-Berkeley USA-CA. O que os olhos de quem esteve nestes locais viram foi o mesmo, i.e., a Marisa cantando o fado.

 

Apesar de não ser fã do "Portuguese Blues" ,  esta é a outra realidade dum mundo Português global que gosto.

 

Nascida em África, canta a nossa expressão artística mais conhecida internacionalmente.

 

A pessoa em si não é uma fotocópia, tem estilo próprio, ganha a vida porque tem mercado e não faz cultura à conta do estado.

 

O lado bom da existência Lusitana!     

 

 

sinto-me: bem
música: tudo isto é fado
publicado por Planeta Roxo às 22:57

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 6 de Maio de 2008

Equívocos III

Maddie! Uma menina abandonada que reflecte o abandono pelo amor à competência no nosso Portugal!

 

 

8 de Setembro de 2008, Healdsburg-California. 

 

Notícia do Press Democrat (jornal de referência a norte de San Francisco).

Fonte: Associated Press.

 

Resumo: Depois de encontrados vestígios de sangue num carro por eles alugado, mãe e pai de Maddie considerados arguidos no caso do desaparecimento da sua própria filha.

 

A agência noticiosa e a notícia vão mais longe, através do discurso directo de familiares e advogados dos arguidos, transmite de forma clara que a PJ portuguesa convidou os pais a confessar o crime, nos seus termos e tudo, em troca de uma pena leve.

 

Disse eu à altura, para ser igual a Abu Graihb só falta mesmo a tortura. Fez-me muito lembrar aquele filme o "Em nome do Pai" em que a Scotland Yard obriga por métodos mui dignos, pai e filho a confessarem um crime que não cometeram (este tipo de estórias já gostamos, reflectem a vergonha de países que não o nosso). 

 

Só que o caso de Maddie não é um filme e a PJ não se pode  por a adivinhar/sugerir fins plausíveis! Especialmente em interrogatórios à laia de Guantanamo que duram 7 horas! 

 

Regra básica das investigações, provas irrefutáveis, de preferência um conjunto de 3 ou 4 factos probatórios fortes obtidos por métodos inteligentes e que reflictam um grau de civismo elevado.

                                                   

  

 

 

 

3 de  Maio de 2008, Lisboa-Portugal. 

 

Notícia Jornal Expresso (jornal de referência em Portugal).

 

Resumo: PJ prepara-se para ilibar o casal Mccann. A hipótese de rapto, seguido ou não, de homícidio ganha terreno. A "tese" de homicídio com ocultação de cadáver pelos pais prepara-se para ser relegada. É dada razão a declaração de precipitação (feita por Alípio Ribeiro, director nacional da PJ até 06 de Maio de 2008). 

 

 

Evidências de hoje;

 

1-Alguém da governação, de preferência da tutela, percebeu a gravidade destes ziguezagues em praça pública? Parece que não. Não tiveram actuação eficaz para emendar a mão.

 

As consequências para a imagem do país são/foram terríveis.

 

2- Alguém da governação deste país, de preferência o Primeiro-Miinistro, percebe que ao seu bom estilo, neste caso, era nefasto "ir pros media" inventar trabalho e supor cenários como José Sócrates tão bem faz com a tão badalada robustez económica! Parece que não. O estilo, mesmo que não se queira, espalha-se!

 

3- Não há dúvida a PJ é o reflexo da função pública Portuguesa...é fraca, mal preparada e dá a sensação que não adianta gastar milhares de contos em modernização da máquina estatal...eles parece que teimam, na sua maioria, em ser sempre maus!

 

4-Um defeito da nossa sociedade é ter pavor de admitir o não sucesso em praça pública (não sucesso é diferente de insucesso)! Para isso até os jornalistas ajudaram! Todos queriam à força e depressa o fim do caso para mostrar que somos bons! 

 

Neste caso, um pouco da "parolice" adjacente ao fenómeno Cristiano Ronaldo invadiu a nossa sociedade (num golo às três tabelas de remate enrolado dizemos repetidamente que ele é o melhor do mundo. Por acaso até acho que está entre os melhores, mas não é assim que o ajudamos a chegar ao título individual que ele tanto ambiciona). Do alto do nosso patriotismo provinciano, quisemos culpados rápidos para glorificar os funcionários da PJ, grandes investigadores criminais! O resultado está ai...confusão completa...imagem de incompetência total! 

 

5- Por último, se os criminosos forem os pais, a PJ deu-lhes uma ajuda fantástica para gozarem dias de liberdade, talvez uma maozinha de ouro com aquela declaração de Alípio Ribeiro.

 

Lição de platina; Por vezes é melhor dizer nada que inventarmos aquilo que queremos que seja!

 

 

sinto-me: fine
música: welcome to the jungle
publicado por Planeta Roxo às 22:44

link do post | comentar | favorito
Domingo, 4 de Maio de 2008

Net nas Notícias

Comentário publicado à notícia do Portugal Diário (Portal IOL) sobre a apresentação da carta de valores de Pedro Passos Coelho, candidato à liderança do PPD/PSD.

Pessoas novas são bem vindas! Mas não pelos barões balcanizados.| 2008-04-29 / 22:55| por: Paulo Roxo

2

Paulatinamente vai-se retirando espaço de afirmação a Pedro Passos Coelho. As gerações de Abril dizem que é bom mas não para já.
Grande lição dava o PPD/PSD ao país se simplesmente, na sua eleição, escolha aquele que é melhor. É novo, e depois? Os "velhos" que se apresentam valem pouco e não trazem verdadeiras alternativas e novas ideias, aliás em Portugal persistem em roubar os lugares a alguns competentes...só porque estes são novos.

 

sinto-me: bem
música: cheira a Lisboa
tags:
publicado por Planeta Roxo às 14:24

link do post | comentar | favorito
psroxo@sapo.pt
Site Meter

pesquisar

 

posts recentes

Reflexões de observador a...

Notas Direitas- Projecçõe...

Agora só quando vale...e...

O Nº226034 está-lhe grato...

É muito melhor que as 'pa...

Só para avisar que se me ...

Onde está a equidade cons...

Precisamos de oportunidad...

O meu olhar sobre polícia...

Flash Liberal- Passos Coe...

Maio 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

tags

todas as tags

arquivos

Maio 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

mais sobre mim

blogs SAPO