Sexta-feira, 26 de Março de 2010

Notas Direitas

 

1ªNota: A ideia que a União Europeia devia "fundar" uma agência de rating é idiota! É muito fácil desmontar a sua utilidade pela fraqueza de argumentos dos seus defensores! Dizem os achadores desta desejada agência pública -uma espécie de agência de esquerda-, que, acima de tudo, seria mais independente e isenta. Nem me vou alargar muito em considerações. Apenas pergunto; Alguém acha que estadistas (representando o interesse dos estados) dão mais garantias de independência quando comparados com especialistas de organizações privadas -reconhecidas como parte não interessada-? Esta é a vertente abstracta merecedora de resposta negativa. Mas, se formos para a vertente objectiva, podemos ter outra interrogação!? Supondo que a agência já existia, participaria o estado português na escolha dos seus membros, posteriormente envolvidos na avaliação do nosso rating? Não faz sentido! Era gastar dinheiro de todos numa coisa que o mercado ignoraria.

 

 

2ªNota: Manuela Ferreira Leite já era! O seu último acto como líder foi uma traição aos votantes do PPD/PSD, ao país e até a si própria. Ficar-se pelo "cartão amarelo" na questão do PEC é vergonhoso! Até porque nem sequer se percebe claramente o que conseguiu impor ao governo nesta matéria, ficou-se pelas frases sem profundidade. Uma má oradora, sem perfil de liderança e sectária internamente! Uma pessoa honesta, boa a fazer contas e com um conjunto de valores saudavelmente sólidos. No total leva nota suficiente. Apesar de bem colocada em ideias chave (sem ser brilhante) não deixa marca, 2 anos neutros! Como o seu irmão nos assuntos no futebol, ninguém tem pachorra para ela!

 

sinto-me: Bem
música: Snow Patrol
publicado por Planeta Roxo às 22:45

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 25 de Março de 2010

PEC 2010-2013, Interrogações em mim!?

(notas sobre o PEC, continuação)

 

7- Tal como foi apresentado, em 2013, o PEC vai deixar o Estado Português a dever mais ao exterior do que devemos hoje. Logo, do ponto de vista macro o nome do documento tem baptismo infeliz. Deveria ser PED- Plano Errático de Dívida.

 

8- Parte considerável da prometida poupança diz-se que será realizada por intermédio de controlo, rigor e gestão eficaz. A pergunta impõe-se! Os que vão controlar a correcta execução orçamental de 2010-2013 e gerir o "nosso dinheiro", serão os mesmos que afirmaram, no verão de 2009, que o défice do estado estava controlado e dentro dos parâmetros de segurança? E se a resposta é sim, quem acredita que agora é a valer? Ninguém obviamente!

 

9- Outra parcela do projecto "gastar menos" assenta na vontade, capacidade, rapidez, visão e inteligência dos actuais altos funcionários públicos na execução de novas ideias ou medidas. Com a actual conjuntura, tenho sérias dúvidas que estas características neles existam. Veremos se as mudanças "giras no papel" ao nível da Saúde, Educação e Justiça, se realizam.

               

sinto-me: bem
música: Guns N' Roses
publicado por Planeta Roxo às 20:17

link do post | comentar | favorito

Momentos do Passado Recente

Lisboa, 21 de Março de 2010

 

No Domingo passado participei na mini meia-maratona Vodafone. Como milhares de anónimos atravessei a ponte 25 de Abril correndo os 7 Km's e picos. Com cerca de 6 minutos por quilómetro, lá cheguei ao fim da corrida no Mosteiro dos Jerónimos. 

 

As características da prova fazem dela uma experiência grupal gira. Sabia que Jose Sócrates também seria um potencial participante do evento, assustei-me quando correu o boato que Teixeira dos Santos (Ministro das Finanças) estava na linha de meta a exigir contribuições de 1 euro para cumprimento do PEC 2010-2013. Felizmente era só um boato! Agora a infeliz, indesejada e nojenta companhia do nosso primeiro-ministro... essa confirmou-se! Gostei do evento, embora prefira outras provas da cidade! Aqui fica o meu número... um igual entre muitos!  

 

sinto-me: bem
música: The E.N.D
publicado por Planeta Roxo às 19:15

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 24 de Março de 2010

PEC 2010-2013, Interrogações em mim!?

(notas sobre o PEC, continuação)

 

5- Em alguns pontos isolados -de tão óbvios que são- concordo com as críticas vindas da esquerda Portuguesa, um deles é o facto de as empresas financeiras (Banca) passarem pelo documento "ilesas", ao passo que a particulares é aumentada a carga fiscal. Faria todo o sentido "mexidas" fiscais para estas pessoas colectivas, visto terem sido elas as mais beneficiadas pelos estímulos do início de 2009. 

 

6- Há uma pergunta que fica no ar ao ler a página 23 do PEC! Como se tem a coragem de escrever que a situação financeira do Serviço Nacional de Saúde (SNS), desde 2006, tem estado perto do equilíbrio? Então não se lembraram que a 09 Dezembro de 2009, perante os deputados da Assembleia da República, a Ministra da Saúde afirmou que o défice do SNS, a 30 de Setembro de 2009, já era 71 milhões de euros, o qual correspondia a pouco mais de um por cento do orçamento para esse ano! Oh meus senhores mais tento!! Tanto berreiro com os 50 milhões da Madeira e depois acham que saldo negativo de 71 é estar perto do equilíbrio!? 

 

sinto-me: bem
música: Crazy train
publicado por Planeta Roxo às 22:41

link do post | comentar | favorito
Domingo, 21 de Março de 2010

PEC 2010-2013, Interrogações em mim!?

(notas sobre o PEC, continuação)

 

3- Sobre as duas "poupadas" propostas de alteração ao regime do subsídio de desemprego diria o seguinte;

 

a) Entenderia e aceitava a diminuição do nível de salários oferecidos que obrigam à aceitação do posto de trabalho, desde que tivessemos um bom salário mínimo nacional (SMN). Tal como estamos, no máximo, só imporia esta alteração para beneficiários a receber uma quantia razoavelmente longe do actual.

 

b) Quanto à segunda medida, entendo-a como um sinal de abandono dos pobres. É que propor a revisão em baixa, da relação entre subsídio de desemprego e remuneração líquida anteriormente auferida, de modo seco, curto, sem detalhe e não apontando mecanismos de diferenciação positiva,  é grotesco! Até me admira como está a gerar tão pouco alarido à Esquerda (que se está a fixar mais na medida anterior).

 

4- Como patriota custa-me ver o anúncio de privatizações na TAP e CTT, quando sobre a RTP/RDP nada! Nem uma palavra sobre poupança ambiciosa numa área perfeitamente passível de dispensar tamanha presença estatal.

     

sinto-me: bem
música: The Killers
publicado por Planeta Roxo às 00:36

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 19 de Março de 2010

PEC 2010-2013, Interrogações em mim!?

Na minha ânsia de saber como vai correr o nosso futuro, estou a ler o PEC 2010-2013 (PEC) apresentado pelo governo português no dia 16 de Março de 2010. Sobre o documento irei, as vezes que entender, opinar e dizer de minha justiça. Então vamos começar;

 

1- Para 2010, no PEC, prevê-se como preço médio anual do barril de crude, o valor de 46€ (página 9). No Orçamento de Estado do ano corrente (página 112), apresentado em Janeiro passado, o governo aponta como preço médio um valor de 54,7€.      

 

Da pesquisa ordinária de "sites" pertinentes, facilmente se consegue perceber que o preço da referida matéria-prima, nos últimos 3 meses, teve em preço médio de 54€. No dia de hoje estamos nos 59€.

 

Resumindo; Em que enquadramento internacional ficamos? Qual foi utilizado nas contas "reais"? 46€ ou 54€? Foram utilizados dois enquadramentos diferentes consoante o documento, ou estou eu a ver mal? Não vêem os jornalistas e especialistas estas coisas? Não fazem perguntas técnicas?

 

2- Na página 19 do PEC, em relação às alterações no subsídio de desemprego,  está escrita a seguinte frase, "Alteração do regime de subsídio de desemprego visando promover um mais rápido regresso à vida activa.". Na página 20, em relação ao mesmo tema, está redigido; "Pretende-se, com estas medidas, criar um incentivo a que o beneficiário do subsídio de desemprego encontre mais rapidamente emprego."

 

Na universidade aprendi que a "palha" é inútil, i.e., escrever a mesma coisa duas vezes com palavras diferentes, num mesmo capítulo, é disperdício. Ora, seria um grande estímulo à poupança de tinta, papel, electricidade e equipamentos se o governo tivesse andado na mesma universidade que eu. Assim, evitava repetir-se em páginas seguidas, e, às tantas, o documento apresentado não tinha 130 páginas, ou, em alternativa, sobrava-lhe espaço para explicar as medidas que ficaram por detalhar/precisar. 

 

sinto-me: bem
música: Heróis do Mar
publicado por Planeta Roxo às 22:55

link do post | comentar | favorito
Sábado, 13 de Março de 2010

Momentos do Passado Recente

XXXII Congresso do PPD/PSD, Mafra 13/03/2010

 

Do primeiro "round"  congressista que acaba de findar esta tarde arrisco-me a "lançar" os primeiros ganhadores, perdedores e aqueles que saem com honra mas sem glória (próximo do zero). Uns estão a ganhar mais que outros como o gráfico indica. Veremos no final se a tendência se verifica. Uma pequena nota que os analistas profissionais não estão a enfatizar; O partido, com alguma justiça, não está muito agradado com Cavaco!  

sinto-me: bem
música: Everything is ruined
publicado por Planeta Roxo às 22:42

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 12 de Março de 2010

Momentos do Passado Recente

Lisboa, Catedral do Futebol 11/03/2010

 

Num ambiente cheirando a anteriores normais e frequentes velhos tempos de glória, o Sport Lisboa e Benfica seus sócios e adeptos viveram um momento de futebol de primeira classe mundial. Fantástico estádio, gente apaixonada, três excelentes equipas -grande arbitragem!-, tendo o contéudo, o jogo, sido um hino de táctica e luta entre duas equipas bem preparadas! Não houve muitos golos, mas para quem gosta de futebol foi uma excelente promoção da modalidade, mesmo com o meu clube a não ganhar.

Aqui apresento, em 3 "Clicks" , a minha visão do espectáculo.  

 

sinto-me: bem
música: Ser Benfiquista
publicado por Planeta Roxo às 22:33

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 9 de Março de 2010

Momentos do Passado Recente- Doença do Nemátodo do Pinheiro

«Não está a ser nada feito!» (Luís Dias da Confederação dos Agricultores de Portugal-CAP, 22 Janeiro de 2010).

«Há árvores marcadas no ano passado por abater. E isso é um sinal claro de que algo não está a funcionar.» (Pedro Serra Ramos da Associação Nacional de Empresas Florestais e Agrícolas e do Ambiente-ANEFA, 22 Janeiro de 2010).

«O Buçaco e o próprio Pinhal de Leiria já estão afectados» (Pedro Serra Ramos da Associação Nacional de Empresas Florestais e Agrícolas e do Ambiente-ANEFA, 22 Janeiro de 2010).

Estas são afirmações públicas ao Jornal "Sol" sobre a doença do Nemátodo do Pinheiro, seu perigoso desenvolvimento e análise de eficácia das acções do Ministério da Agricultura para sua extinção/prevenção.

 

Por outro lado, do único documento público aproximado a plano de ataque ao Nemátodo do Pinheiro, a saber, nota de imprensa governamental anexada de "Power Point", de Janeiro de 2009, destaco a seguinte passagem da página 10;

 

 

Ora comparando notícias de 2009 com as de 2010, e cingindo-me apenas à questão da eliminação das árvores afectadas, são permitidas as seguintes constatações;

 

A) As medidas globais apresentadas em Janeiro de 2009 foram insuficientes, ou para não variar, no papel parecendo "muitos bonitas", não foram executadas com a rapidez e competência desejada.

 

B) As queixas dos responsáveis da CAP e ANEFA são, para já, um aviso preocupado. Isto porque em relação a árvores diagnosticadas em 2009, já se perderam os meses de Dezembro de 2009 e Janeiro de 2010 para a sua eliminação. Fazendo fé, evidentemente,  no enquadramento da "Intervenção Musculada no Terreno" prometida pelo governo em Janeiro de 2009.

 

C) Se não responder aos alertas aqui relatados, num futuro próximo, o Ministro da tutela não poderá escapar ao "Banco dos réus". Ao continuar tudo em ritmo lento ou nulo, a partir de Maio, mês final da "dormência", não poderá argumentar com 100% de propriedade que da "sua parte" tudo foi realizado.  

 

D) Num prisma político-económico levando em conta que; 

- A fileira Agro-Florestal vale 3% do PIB nacional;

- Perto de 10% do território nacional está afectado com esta doença;

Facilmente se concluí pela validade do tempo, trabalho e inteligência gasta com o problema da madeira do Pinheiro. Mais que não seja, pela recente vergonha de ver o governo fazer problema nacional de uma questão que vale 0,04% do PIB (Lei das Finanças Regionais). Caso para dizer... A Madeira era outra! Vamos esperar e ver!

 

sinto-me: bem
música: Man in the Box
publicado por Planeta Roxo às 15:29

link do post | comentar | favorito
psroxo@sapo.pt
Site Meter

pesquisar

 

posts recentes

Reflexões de observador a...

Notas Direitas- Projecçõe...

Agora só quando vale...e...

O Nº226034 está-lhe grato...

É muito melhor que as 'pa...

Só para avisar que se me ...

Onde está a equidade cons...

Precisamos de oportunidad...

O meu olhar sobre polícia...

Flash Liberal- Passos Coe...

Maio 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

tags

todas as tags

arquivos

Maio 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

mais sobre mim

blogs SAPO