Terça-feira, 23 de Agosto de 2011

Memórias do Passado Recente

Maio de 2011

 

Normalmente sou pouco vaidoso, mas ser o primeiro consultor/orientador em Portugal a fazer parte de uma equipa que implementou e certificou um sistema de gestão de qualidade pelo referencial Internacional Food Standart Logistics é motivo de orgulho, especialmente porque;

 

a) O Certificado foi dado por uma entidade do primeiro mundo na Holanda;

 

b) O Auditor que conduziu a Auditoria de Certificação é natural do Norte de Itália, uma região de Top no que concerne à Indústria Alimentar, logo, com ele transportou uma forma de auditar clara, objectiva de altíssima exigência e qualidade;

 

c) A empresa certificada (Gelcentro- Entreposto Alimentar), em 2009 era uma PME com recursos humanos qualificados inexistentes. Em 2 anos investiu a sério em infra-estruturas e apostou numa equipa curta com tudo a provar e vontade de trabalhar. No fundo, com recursos muito limitados provou (provamos) que é possível desde que se acredite nas pessoas certas e no seu trabalho. Não há bichos papões. Aprendeu-se trabalhando muito, trabalhou-se para aprender ainda mais. Continua a haver muito para evoluir, cá estarei (estaremos) para novas etapas.

 

Pela parte que me toca, e por ser muito importante para mim, dedico este certificado à minha companheira, mulher e namorada, Ana Beja. Muitas vezes se privou da minha presença para eu puder abraçar este projecto. 

 Eu e o certificado

 

sinto-me: bem
música: Pyro (KOL)
publicado por Planeta Roxo às 22:24

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 21 de Agosto de 2011

Momentos do Passado Recente

Afinal os profissionais da venda de livros juntam bem as coisas. A FNAC soube associar em destaque os temas certos.

 

Retirado do Facebook

sinto-me: bem
música: Demon Days
publicado por Planeta Roxo às 17:01

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 11 de Agosto de 2011

Notas Direitas 'de Monitorização'

1ªNota: Na senda obrigatória da poupança no Estado central temos mais novidades sólidas. Assim, a juntar à extinção dos governadores civis, à não nomeação dos directores adjuntos da segurança social e ao encurtar do governo, junta-se agora a fusão de quatro institutos num só. O resultado são 14 milhões € que não se gastam.

2ªNota: De importância não desprezável temos uma notícia de ontem que os media, hoje, na sua maioria, tendem vergonhosamente a não relevar. Falo dos cortes de pessoal no mega-ministério da Economia. Nos jornais por exemplo, tende-se a expor as vergonhas gastadoras do anterior ministério da Economia -típico português depois da tempestade todos dizem que choveu muito-, mas depois não se enfatiza o esforço do actual ministro em reduzir os estragos que tanto afectam a nossa bolsa. Ora aqui está o resumo da notícia 'abafada'(Fonte: Agência Lusa e Diário Económico); 

   

"...O estudo do ministério liderado por Álvaro Santos Pereira aponta para o actual ministério gastos anuais de 2,485 milhões de euros, que comparam com 5,573 milhões de euros do anterior Governo.

 

Associada à descida dos encargos, que incluem os vencimentos de chefes de gabinete, adjuntos e assessores, entre outros, está uma queda no número de elementos do ministério, que cai de 115 para 59, menos 48,6%....".

 

Aliás, saber que no anterior ministério da Economia havia pelo menos um motorista com salário acima dos 4000 €, 17 carros de alta cilindrada e mordomias de toda a espécie...é de facto revoltante para o normal tax payer como eu. Curioso é haver alguns Institutos Públicos que precisam de carros de pequena cilindrada como de pão para a boca e não os terem. Vejamos este exemplo: Um dos Audi A6 em regime de aluguer operacional do ministério da Economia dava para desdobrar em pelo menos 4 Toyota Auris para, por exemplo, fazer controlos à boa aplicação de ajudas comunitárias na Agricultura Portuguesa e assim quem sabe, poderiam ter-se evitado a devolução de mais de 100 milhões de € à Comissão Europeia.   

sinto-me: bem
música: Demon Days
publicado por Planeta Roxo às 13:39

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 2 de Agosto de 2011

Notas Direitas- Os Primeiros Encalhanços do Governo

1ªNota Encalhada: O fundo para financiar despedimentos -a ser sustentado pelas empresas-! Infeliz ideia, totalmente Socialista nos fundamentos, só podia trazer problemas. Quem pagará este fundo? Os trabalhadores do seu ordenado? Serão os empresários depauperados a contribuir para um fundo genérico? Cada empresa terá o seu fundo? Que mega estupidez! Muito me espanta ter sido aceite como compromisso válido. Claro que o governo vai empurrar isto o mais que puder. Ao não se ter demarcado logo e ruidosamente quando era oposição, errou, agora vem com a questão da complexidade de implementação do instrumento! Obrigado, imposições legais completamente desfasadas da realidade do país dão sempre problemas. Cheira-me que o grau de descida da taxa social única será o centro da negociação deste fundo...mas mal! O fundo é um conceito Socialista idiota. 

 

2ªNota Encalhada: As nomeações para a adminstração da CGD -em quantidade-! Segundo se explicou vai ser gasto o mesmo em remunerações e não se passará o número máximo de administradores que Pedro Passos Coelho preconiza para empresas da esfera do estado. Contudo, o sinal é inverso ao prometido em campanha. Agora, só um par de anos de gestão de grande qualidade pode apagar esta nódoa que está para durar. Não é grave mas não se deve repetir noutras empresas.

 

3ªNota Encalhada: A venda do BPN! Não interessará o epílogo, será uma embrulhada de todo o tamanho com ataques da esquerda e 'mordidelas' da direita -como já se viu-. Classifico mesmo este caso como o 'Enigma BPN'! Não se sabe o porquê da nacionalização, não se sabe bem quanto se perdeu (ou vai perder), criminalmente estamos vergonhosamente centrados na personagem Oliveira e Costa, e como é por demais evidente, nunca se vai saber o porquê de privatizar o Banco e não a Sociedade que o detinha. Já para não falar no colossal erro político do antigo governo de queimar etapas neste processo! Alguém quer explicar agora a razão de não se ter apoiado Miguel Cadilhe? Verdadeiramente surpreendente para este país seria Pedro Passos Coelho levar a cabo uma 'cruzada' pela verdade no 'Enigma BPN'. 

 

sinto-me: bem
música: Demon Days
publicado por Planeta Roxo às 21:01

link do post | comentar | favorito
psroxo@sapo.pt
Site Meter

pesquisar

 

posts recentes

Reflexões de observador a...

Notas Direitas- Projecçõe...

Agora só quando vale...e...

O Nº226034 está-lhe grato...

É muito melhor que as 'pa...

Só para avisar que se me ...

Onde está a equidade cons...

Precisamos de oportunidad...

O meu olhar sobre polícia...

Flash Liberal- Passos Coe...

Maio 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

tags

todas as tags

arquivos

Maio 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

mais sobre mim

blogs SAPO