Sexta-feira, 11 de Outubro de 2013

Flash Liberal- Com poias destas prefiro relvados...

Caso para dizer que para os devidos efeitos um curso comprado na Lusófona vale tanto como experiência universitária por esse mundo fora. Lamentável, indesculpável e um desvio brutal à promessa eleitoral do PPD/PSD. Para a RTP/RDP, nem mais um tostão via taxa. Para a RTP/RDP, zero via indemnização compensatória. 

sinto-me: bem
música: White Wedding Day
publicado por Planeta Roxo às 23:00

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 4 de Abril de 2013

Notas Direitas: 'Airborne Strike' ao Jardim do Relvas (IV)

1ªNota: Miguel Relvas demitiu-se. Tenho para mim que deveria ter sido, no máximo, no dia seguinte a não ter conseguido privatizar a RTP.

2ªNota: Miguel Relvas perdeu. Por agora foi morto politicamente pelo grupo Impresa.

3ªNota: Miguel Relvas não tem desculpa no caso Lusófona. As cunhas e 'amiguismos' têm que começar a ser punidos, mesmo que ele não tenha tido culpa objectiva na violação dos regulamentos da universidade (é legítimo pensar-se que teve).

4ªNota: A decisão de demitir-se agora é um erro crasso do Governo e de Passos Coelho, não se percebe o atrasadíssimo timming.

sinto-me: bem
música: Live Like a Warrior
publicado por Planeta Roxo às 23:02

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 21 de Março de 2013

Flash Liberal- Da série 'O Portas gosta muito de se ver na TV'

Como disse aqui, não privatizar a RTP só premeia um tipo de pessoa em toda a linha, o político profissional. Como tal, nisto, nada de novo nem sequer surpreendente. Já estou em pulgas para ouvir as primeiras sensações pós-hibernação desse impulsionador de bancarrotas, esse grande timoneiro de nações...que só encontra par nos defuntos Khadafi e Chavez. E aqui nem há grandes culpas do timoneiro refugiado em Paris, 'amanhã' será Relvas ou Pedro Passos Coelho a receber colher de chá por conta do meu dinheiro.

sinto-me: bem
música: Civil War (G&R)
publicado por Planeta Roxo às 20:28

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2013

Notas Direitas: O Portas gosta muito de se ver na TV...

1ªNota: Lamentável que a privatização da RTP, total ou parcial, não avance. Bem sei que esta decisão, na forma e conteúdo comunicacional, não fere (ainda) o programa eleitoral do PPD/PSD, contudo, ressalvando potencial ausência de interessado, já me sinto defraudado.

2ªNota: No escape encontrado só o político profissional ganha em toda a linha.

3ªNota: O partido dos aleluias centristas (CDS/PP) que finge querer reformas no Estado, sem dar a cara por uma única, deve estar contente. Continua com via aberta para Almeidas, Portas e Cristas dizerem baboseiras 'à minha custa', e, sempre que possível, fazer declarações defensivas e redondas sobre submarinos, sobreiros e afins, fingindo-se sempre, claro, defensores do cidadão e iniciativa privada.

4ªNota: Sr. Miguel Relvas o que está a fazer no governo? Por favor, elenque, no âmbito das suas pastas, o que já 'fez' pelo cidadão livre. Talvez depois de informado lhe continue a dar o benefício da dúvida.

5ªNota: Num dos assuntos que era mais fácil ser um pouco mais liberal, Passos Coelho e seu Governo falham, não reformam, cortam. Não cedem poder e liberdade, apenas criam mais desemprego. A fórmula, neste caso, parece-me claramente curta, era possível fazer muito melhor.

sinto-me: bem
música: Estou Além (Variações)
publicado por Planeta Roxo às 16:31

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 4 de Setembro de 2012

RTP-O óbvio para começo de conversa

1ªNota: Prometi a mim mesmo que neste caso não alinharia na 'onda', mesmo com consultores a falar. Espero por proposta/decisão final veiculada pela boca dos responsáveis governamentais.

2ªNota: Sou pelo fim do serviço público de televisão mantendo a Rádio (Antena 1 e Antena 2 são essenciais). Admito cenários menos 'liberais' contudo sempre baseados na redução significativa dos encargos para o tax payer pelas duas vias, OE e Taxa.

3ªNota: Um governo com preocupações de liberdade e libertação da sociedade civil, deverá reflectir as transformações prometidas nesta matéria não só no Orçamento de Estado mas também na Taxa Audiovisual. Nem que para isso tenha que permitir à RTP (ou sua sucessora) os tais 12 minutos de publicidade. A existência de Taxa Audiovisual no valor de 2,25+IVA/mês, em pleno Século XXI, é um escândalo, Pedro Passos Coelho e Miguel Relvas não deveriam aceitar a sua permanência por este valor muito mais tempo. No mínimo reduzir para metade.

4ªNota: Quanto a reacções às declarações do Dr. António Borges, o Dr. Marques Mendes escreve tudo o que eu penso.

 

 

 

sinto-me: bem
música: Pasion (Rodrigo Leão)
publicado por Planeta Roxo às 00:36

link do post | comentar | favorito
Domingo, 12 de Agosto de 2012

Flash Liberal- Jogos Olímpicos (IV)

Os números em termos de medalhas, tendo em linha de conta a Zona Euro e União Europeia, são estes;
  

Uma análise séria destes e outros que se poderão juntar como o PIB per capita, população, investimento por atleta, destrói alguns dos argumentos que andam por aí para justificar ausência de medalhas. A nível Europeu ficámos pelas minhas contas em 35º, e, quanto mais se amplifica amostra, por inclusão dos outros continentes, descemos 34 lugares (69º). Seria bom que os que pedem sempre mais investimento, infra-estruturas e profissionalismo, deitem uma olhadela para os países à nossa frente nas tabelas, assim talvez percebam que o problema não está na aplicação directa ou indirecta de mais dinheiro, ou pelo menos é o menor deles.

 

Na minha opinião tivemos mais bons resultados que maus, contudo, com o mesmo dinheiro pudemos fazer melhor. Sem esquecer que os dois medalhados de Pequim ficaram em 'casa' classifico a nossa prestação em Londres com 14 valores (0-20).

sinto-me: bem
música: Gold on the Ceiling (Black Keys)
publicado por Planeta Roxo às 21:47

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 17 de Julho de 2012

Flash Liberal- Palavras duras do bispo socialista...só faltaram acusações de pedófilia

Aos agiotas que vivem de dízimo faltam-lhes argumentos. Ao filhos da prostituta que nos outros vêm reflexo de seu pai...será fácil saírem tiros da boca! Por muito corrupto que seja este governo ainda receberá lições sobre a matéria da igreja católica e seus bispos. Ou ensinamos aos padrecos, com modos menos educados, onde é o seu lugar ou Portugal não sairá da sua fase Século XVI.

 

sinto-me: bem
música: The Pretender (Foo Fighters)
publicado por Planeta Roxo às 00:36

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 5 de Julho de 2012

Notas Direitas: 'Airborne Strike' ao Jardim do Relvas (III)

Como me indignei com o curso de engenharia do Ex-Primeiro-Ministro, os meus dois ou três leitores estranhariam o silêncio sobre a actual polémica à volta da licenciatura de Relvas;

1-Ao contrário do Ex-Primeiro Ministro, é meu entendimento que Miguel Relvas (MR) não tirou partido desta licenciatura ‘na hora’  para publicitar ou usufruir de qualquer título/especialidade profissional indevida. E até ganhos profissionais ou prejuízo para consumidores do seu serviço – decorrentes desta licenciatura - não existem;

2-MR perante o Tratado de Bolonha tentou e ‘ conseguiu comprar’ uma frase para o seu CV. Só pode haver uma acusação aceitável; Ser um notável (e maçon) permitiu-lhe obter, da Universidade Lusófona, leitura hiper generosa do sistema de créditos do referido tratado. Sobre a credibilidade do grau académico e qualidade da Lusófona cada potencial consumidor dos seus serviços tire conclusões. Naquilo que me interessa, repito, não consta que MR esteja no serviço público via concurso em que essa licenciatura genérica fosse facto eliminatório ou pontuado.

3-Houve facilitismo? Claro que houve! Foi ilegal ou saltou regulamentos da universidade? Até ver parece que não, ao contrário do final de curso de Engenharia do Ex-Primeiro-Ministro. De qualquer forma agradeço à comunicação social a informação sobre ‘modus operandi’ de privilégio para alguns cidadãos por parte de instituições de ensino superior. Pergunta fica? Era notícia se fosse com o anónimo Manuel Capim? Espero que sim e não descansem enquanto não denunciarem todos os casos deste tipo em todas as instituições. 

4-Há quem compare este caso com as ‘Novas Oportunidades’ na tentativa de relevar contradições insanáveis no discurso do governo na área educativa. É a mediocridade do costume empacotada num dos maiores defeitos do povo português… meter tudo no mesmo saco!

5-Uma coisa é um programa público anti-democrático, inútil e caríssimo, outra é um acordo entre duas entidades privadas, sem custos para o contribuinte, à luz de tratados internacionais reconhecidos em Portugal.

6-Ainda na linha de raciocínio das contradições do governo, sugere-se perda de credibilidade do mesmo quando levanta a bandeira da exigência na educação! Sobre isto basta dizer; MR não tem responsabilidades na área educativa, não tem intervenções de fundo nem redigiu o programa eleitoral do PPD sobre a matéria, e, ao contrário do que se diz, não está nos 4 ou 5 ministros referência deste governo (à luz dos cidadãos).

7-MR está a ser confrontado com erros da sua responsabilidade anteriores a 1991 e corrigidos há 20 anos (habilitações declaradas na Assembleia da República). Eu que sou sensível a aldrabices curriculares acho um bocado demais.

8-Não admiro nem repudio MR, mas percebo o que lhe estão a fazer. Seria bom que ponderasse bem o seu futuro, não por ser culpado de alguma coisa mas porque os actuais ministros ‘are in need to deliver’ alto rendimento, um tipo marcado desta maneira e com um passado cheio de momentos ‘of driving in the fast lane’ poderá causar muitos problemas de imagem e consequentemente perder muito tempo a compô-la.

9-É minha opinião que há diferenças entre Ele, o Ex-Primeiro Ministro e respectivos casos académicos. É como comparar um famoso oportunista esperto, com um famoso corrupto convencido. MR só perde numa coisa, em vez de cair em graça só acham engraçado o seu percurso de vida. Felizmente não vi ninguém a dizer, nem o visado, que a Lusíada é uma Universidade de referência em ciência política.

10- Só há uma via para evitar os males da acção de MR's. Caminhar para o liberalismo de Friedman. Percebendo-se agora a razão de Pedro Passos Coelho ter deixado cair os problemas de carácter (ou falta dele) dos políticos, aquando da sua chegada ao poder no PPD.

sinto-me: bem
música: Cachupa Man (Dead Combo)
publicado por Planeta Roxo às 23:13

link do post | comentar | favorito
Sábado, 16 de Junho de 2012

Notas Direitas- Um Sábado normal num país Socialista...desculpem agora chama-se de Capitalismo de Estado

1ªNota: Estava eu sintonizado na RTP1, vendo mais um jogo inclinado por uma equipa de arbitragem quando um comentador/jornalista whatwever a sua entidade patronal lhe quiser chamar, eu chamo-lhe balde de esterco, me surpreende com a seguinte apreciação, foi mais ou menos assim, "...de facto um espectáculo exemplar nas bancadas. Os adeptos a apoiar a sua equipa com palmas. Um exemplo!...". Acontece que quem tivesse som na televisão percebeu que dois segundos antes tinha terminado uma série de cânticos onde se podia ouvir "...a vossa mãe é a nossa puta..", ou, "...aconteça o que acontecer o Benfica é merda até morrer...". Não estando em discussão os insultos das claques -apesar de algumas vezes passarem das marcas- não se pode é admitir que um funcionário público da RTP queira alterar a realidade contando uma história de boas condutas não existente. De duas uma, ou quer fazer dos benfiquistas estúpidos ou pretende recuperar métodos antigos do lápis azul.

 

2ªNota: Logo de seguida sintonizei-me no discurso do líder da CGTP. Pergunta; Aquilo é um sindicato ou partido político? É que até considerações sobre os sistemas de saúde e educativo fez! Palavra de honra que me apeteceu ir ao banco levantar o meu dinheiro todo e colocá-lo fora do alcance de qualquer português que não eu.

 

3ªNota: No país profundo nascem em ambulâncias, em casa, ou a dois passos do hospital. Na LX dos funcionários públicos que vivem no mundo da fantasia e dos meus impostos, há indignação porque uma maternidade vai fechar, sendo que, num espaço de 4km quadrados há três ou  quatro hospitais que a substituem sem problemas, absorvendo os seus importantes serviços. Enfim...parece-me preocupação central dos contestatários a garantia de emprego para os potenciais deslocados sem lugar noutras unidades. Mas eu pergunto? Mantêm-se serviços públicos para garantir emprego? Então se o quadro da maternidade é assim tão bom não tem garantido emprego em qualquer lugar? Mas para quê tanta coisa com a Maternidade Alfredo da Costa quando a maioria das pessoas economicamente estáveis ou com bom emprego (em LX) prefere ter filhos na Luz, Lusíadas ou na CUF! Menos hipocrisia e mais racionalidade por favor...

sinto-me: bem
música: Malpractice (Faith no More)
publicado por Planeta Roxo às 19:15

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 31 de Maio de 2012

Notas Direitas: 'Airborne Strike' ao Jardim do Relvas (II)

1ªNota: Ou o grupo Impresa em particular e comunicação social em geral, conseguem provar a 'ponte' entre actuais ou ex-funcionários do SIED e Miguel Relvas na persecução de acto ilícito/favor consumado na coisa pública, ou então correm o risco de serem tomados como ridículos. Até agora não apresentaram um caso com pés e cabeça. Tudo circunstancial, sem profundidade e conexão.

 

2ªNota: Quanto ao essencial do regabofe vigilante ocorrido no SIED, a justiça que siga o seu caminho com a maior brevidade possível sem retalhar processos à tesourada.

 

3ªNota: No que respeita ao 'sub-caso' do jornal Público espero tranquilamente por conclusões, sendo que, toda a trama já foi reduzida ao seu real valor. Neste caso, devassa de vida privada seria apenas tornar pública putativa relação íntima entre uma jornalista e político da extrema-esquerda nacional. É muito pouco mas é alguma coisa e não se pode fingir que não aconteceu. Relvas deve conter o seu ímpeto. Deverá responder a pressões jornalísticas de forma consentânea com lugar, poderia ter ameaçado revelar o mesmo na linguagem formal 'politicamente correcta'. Parece ter-se comportado como um blogger em dia de fúria e não pode ser...como tal, o acto ainda lhe poderá valer a 'morte política' e respectiva demissão, dependendo do que a ERC relatar -pelo simples facto da exigência para com políticos de direita em Portugal ser 10 vezes superior à exigida aos de esquerda, a todos os níveis!

sinto-me: bem
música: Serenity (Godsmack)
publicado por Planeta Roxo às 13:33

link do post | comentar | favorito
psroxo@sapo.pt
Site Meter

pesquisar

 

posts recentes

Flash Liberal- Com poias ...

Notas Direitas: 'Airborne...

Flash Liberal- Da série '...

Notas Direitas: O Portas ...

RTP-O óbvio para começo d...

Flash Liberal- Jogos Olím...

Flash Liberal- Palavras d...

Notas Direitas: 'Airborne...

Notas Direitas- Um Sábado...

Notas Direitas: 'Airborne...

Maio 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

tags

todas as tags

arquivos

Maio 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

mais sobre mim

blogs SAPO