Segunda-feira, 11 de Março de 2013

Notas Direitas- A trágico-cômica sina portuguesa

 

1ªNota: Quando 'pensar' envolve forçosamente 'cortar' temos nós em Paulo Portas um estadista de visão à altura?

2ªNota: Quando 'pensar' envolve forçosamente dar menos poder e menos lugares a políticos profissionais (e seus amigos) teremos em Paulo Portas um político altruísta?

3ªNota: Quando 'pensar' envolve dizer coisas desagradáveis a 'velhinhos', desafortunados desta vida e a interesses instalados que vivem à custa do dinheiro dos contribuintes, teremos dentro do CDS/PP alguém com coragem, verticalidade e frontalidade de rasgar com o(s) necrótico(s) sistema(s) instalado(s) neste país?

4ªNota: A resposta às 3 perguntas é não. Se não existe no PPD/PSD de Passos ou na fracção liberal da sociedade civil, não é no CDS/PP (uma espécie de Partido Socialista 2) que vamos encontrar gente para esta tarefa. Isto se quisermos fazer bem claro!

5ªNota: Dado o nosso calamitoso estado esta afirmação é uma piada de muito mau gosto. Não se goza com coisas sérias. Bem sei que dispensavam participação na 'operação 4 mil milhões' e que precisam 'pintá-la' de acordo com as vossas ambições profissionais...mas menos por favor...      

sinto-me: bem
música: Variações (Estou além)
publicado por Planeta Roxo às 21:22

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2013

Flash Liberal- Sobre nomeações para o Governo

Caso para perguntar ao Deputado Europeu Nuno Melo; E pessoas ligadas ao processo de compra dos submarinos? E outras ligadas ao abate de Sobreiros? Como é, também ficariam de fora? 

sinto-me: bem
música: Estou Além (Variações)
publicado por Planeta Roxo às 01:05

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 5 de Abril de 2010

Notas Direitas

1ªNota: A minha Páscoa este ano foi antecipada. Na passada Quarta-feira, pelo Alentejo dentro com a minha namorada, fiz o percurso Setúbal, Beja, Évora, Lisboa. Nos "entretantos" passei por Ferreira dos Olivais intensivos, Arraiolos para almoço, Montemor-o-novo das memórias de há 14 anos e Vendas Novas das boas bifanas. Deste meu passeio destaco o almoço! Abri com ovos de codorniz  apimentados, segui por migas de espargos com secretos de porco preto, fechei com farófias e café. Durante o repasto, sempre pão -digno desse nome- e vinho da casa que sendo q.b., tinha uma ponta de acidez interessante para o material pesado da refeição (Tinto Regional Alentejano, Solar dos Lobos-2006). Dito isto, pelo menos naquela quarta-feira, Portugal pareceu melhor. Esta é a minha maneira de dizer bem do meu país, aqui fica o nome e local do restaurante.       

 
2ªNota: O caso dos Submarinos emergiu novamente. Desta vez com vigor reforçado! Nesta "novela" parece-me que há duas questões merecedoras de ser separadas. A primeira, da necessidade (ou não!) de Portugal ter submarinos modernos e capazes, diferente da segunda referente ao concurso público internacional (e contrapartidas) para os adquirir.
Quanto à necessidade -questão política-, os do costume, BE e PCP, acham que não são necessários -TGV's ruinosos para irem fumar charros a Madrid, isso eles já admitem!-. O PS de Guterres, para não variar queria comprar mais que a conta, o PPD/PSD e o PP, ao tempo da sua última governação, pelo que sei, acharam por bem reduzir a quantidade. Logo, o primeiro assunto, por larga maioria, está arrumado.  Agora, coisa diferente são as suspeitas que caem sobre o concurso de aquisição (e contrapartidas). Meus amigos, por muito que possa vir a doer a Portas, Barroso e outros que tais -talvez até do PS-, investigue-se até ao fim. Não é admissível deixar a suspeita da "escolha selectiva" de fornecedor mediante luvas pagas a decisores políticos nacionais. E espero que para o caso concreto ninguém se lembre, até agora ainda não, dos argumentos Socialistas da instrumentalização da justiça ou do assassinato político. Eu, orgolhosamente de direita, não gosto de argumentos de bastonários, procuradores ou presidentes de supremos na tentativa de proteger um gatuno, mesmo que esteja no "meu seio político". Quem tiver que cair que tombe, até porque do ponto de vista moral quero ser sempre superior a todos os votantes, apoiantes e militantes de PCP,BE e PS. Acredito mesmo que a maioria de quem vota à direita gosta de subir pelo trabalho e não pela trafulhice, cunha, favor ou ao que eu chamo "colectivismo necrótico"! 
 
sinto-me: bem
música: The Fixer
publicado por Planeta Roxo às 01:51

link do post | comentar | favorito
psroxo@sapo.pt
Site Meter

pesquisar

 

posts recentes

Notas Direitas- A trágico...

Flash Liberal- Sobre nome...

Notas Direitas

Maio 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

tags

todas as tags

arquivos

Maio 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

mais sobre mim

blogs SAPO