Sábado, 22 de Novembro de 2008

Penalty's

A personagem; Manuela Ferreira Leite (MFL).

 

A senhora está a demonstrar o porquê de 60% dos votantes do PPD/PSD dela não gostarem. O seu rácio entre declarações inteligentes e burras é de um. Vejamos exemplos;

 

1. Depois de bem explanar a política errada de investimentos "estatais" sem retorno assegurado, logo a seguir, numa entrevista à SIC, congratula o governo pelo controlo do défice.

 

Ao contrário do Financial Times, MFL não tem coragem de dizer o que hoje é óbvio  (à um ano não era  tanto assim). Teixeira dos Santos fez o que qualquer gestor de mercearia faria se tivesse o puder dele. Aumentou/criou novos impostos/taxas, fingiu uma reforma na função pública, e, optou pela economia dos "pedreiros e construtores civis" que têm assassinado o país de ponta a ponta. Portanto, sobre coragem ou visão política estamos falados, nem preciso classificá-la já ouve quem o fez por mim. Teixeira dos Santos é o pior ministro das finanças da "nossa" Europa (Financial Times). 

 

2. Depois de correctamente ter "ensinado" Sócrates que uma das primeiras reacções perante a crise era ajudar as "piquenas e médias empresas" com medidas pontuais, mas de uma eficácia brutal, de seguida, diz, com todas as letras, que se Sócrates cumprir o estipulado em relação ao aumento gradual do salário mínimo sem falar novamente com o patronato, seria um irresponsável. 

 

MFL é insensível, ignorante e economicamente rígida. Além de não ter percebido a enorme "gaffe" política cometida, também não percebe que o salário mínimo nacional é vergonhosamente baixo e humilhante para quem o ganha. Por outro lado, não enxerga os verdadeiros problemas da folha salarial portuguesa, i.e., há muitos a ganhar bem sem produzir na devida proporção (daí ser tão importante a avaliação de desempenho em todas as actividades), e, as gestões de topo/direcções ganham, para lá de muito, em relação aos demais colaboradores das suas empresas. 

 

3. Depois de acusar directa e indirectamente (e bem) o actual governo de querer controlar tudo e todos em Portugal, asfixiando a sociedade civil, MFL tem aquela tirada surpreendente que foi captada pela revista Visão "...não pode ser a comunicação social a escolher o que transmite..." Desculpe MFL? Importa-se de repetir?

 

Com carácter bondoso até aceito que a senhora tinha como objectivo explanar outra ideia. Mas que diabo, não terá uma potencial líder do governo, quadro do Banco de Portugal e economista de profissão, a obrigação de comunicar um pouco melhor? Cheira-me que à semelhança de muitos neste país, MFL só chegou onde chegou por "cunha", a senhora tirando a componente numérica da economia é tão fraquinha (mesmo assim melhor que Sócrates)!

 

 

Os números; Da performance deste governo na área da saúde.   

 

Portugal surge em 26º lugar numa classificação dos sistemas de cuidados de saúde em 31 países europeus, divulgada em Bruxelas pela organização "Health Consumer Powerhouse", que sublinha o deficiente acesso aos tratamentos e tempo de espera.

Com um total de 507 pontos em 1000 possíveis no conjunto de 34 indicadores de desempenho divididos em seis categorias, Portugal é o quarto país da União Europeia com pior resultado, surgindo na lista apenas à frente de Roménia e Bulgária, da Croácia e Macedónia (dois países candidatos à adesão à UE) e da Letónia, última classificada numa lista liderada pela Holanda.

O 26º lugar atribuído a Portugal representa uma nova queda relativamente às hierarquias elaboradas nos anos anteriores, já que em 2006 Portugal surgia na 16ª posição e no ano passado no 19º posto.

 

(Texto anterior retirado de um portal de notícias)

 

Não será melhor repensar o sistema? Que tal reconverter  e em vez de pagar a médicos, enfermeiros e pessoal administrativo, dar o dinheiro directamente ao paciente para ir “buscar” a saúde ao privado? Que tal partir deste conceito para desenhar um novo paradigma para o sector.

 

A imagem; Miguel Rendeiro a “pedir” nos jornais e televisões para que salvem o seu banco.

 

Os arrogantes da alta finança que durante anos constituíram os iluminados que só podiam conhecer o sucesso e nada mais que isso (pois eram o supra sumo da batata), estão agora de "mão estendida".

 

Numa sociedade de direita em que impere o mérito e a valorização das boas ideias, das boas condutas e do bom trabalho, O banco privado de Rendeiro (só para ricos), à falta de soluções no privado, ia à falência sem grande pena. Até porque, neste caso, os danos colaterais não afectem inocentes depositantes, mas sim "investidores financeiros" que conhecem os riscos (ou pelo menos deviam).

 

 

sinto-me: bem
música: Human
publicado por Planeta Roxo às 15:10

link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



psroxo@sapo.pt

pesquisar

 

posts recentes

Reflexões de observador a...

Notas Direitas- Projecçõe...

Agora só quando vale...e...

O Nº226034 está-lhe grato...

É muito melhor que as 'pa...

Só para avisar que se me ...

Onde está a equidade cons...

Precisamos de oportunidad...

O meu olhar sobre polícia...

Flash Liberal- Passos Coe...

Maio 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

tags

todas as tags

arquivos

Maio 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

mais sobre mim

blogs SAPO