Quinta-feira, 2 de Julho de 2009

Sport Lisboa e Benfica, Época 2008-2009

SPORT LISBOA E BENFICA, ÉPOCA 2008-2009 
“…Passos sólidos, erros de monta poucos...mas determinantes...”
 
Arbitragens do futebol! Ajudaram significativamente para o nosso falhanço no campeonato nacional e na taça de Portugal, depois um árbitro decidiu oferecer-nos um pequeno brinde...a Taça da Liga! Em consequência do triste filme das arbitragens em 2008/2009, o clube deve apoiar fortemente a introdução de novas tecnologias, ou metodologias viáveis, no julgamento arbitral dos jogos e tomar como luta pessoal a garantia de que árbitros com erros graves e decisivos são altamente penalizados.
 
Basquetebol! Campeões nacionais 14 anos depois. Num ano de reconstrução da modalidade a nível nacional, o SLB, embora com poucos jovens, mas com muitos portugueses, encontrou o sucesso e construiu mais uma peça da sua existência central no desporto nacional. A crise económica ajudou à reunião de bons jogadores provenientes de adversários directos, contudo, não se pode tirar o mérito de um grupo com 30 vitórias em 30 jogos da época regular, e, que no total de 43 jogos do campeonato, ganhou 40!   
 
Castelhano é certamente uma língua maldita para os lados da catedral. Não querendo ser patriota em excesso, acho perfeitamente dispensável a excessiva preponderância hispânica no futebol do SLB, até porque em termos de resultados foi pouco mais que sofrível. Aimar, Balboa, Reyes, Maxi Rodriguez, Di Maria, Cardozo, Suazo, Quique Flores e seus adjuntos...foi demais! Até porque irrita-me a ausência de preocupação dos citados em fazer o esforço para aprender a português.
  
David Sauzo! Bom Jogador! Levou porrada até mais não com a anuência de Xistras, Benquerenças, Reis, Costas e demais "artistas", consequência disso ou não sofreu de um fenómeno presente época após época prós lados da Luz, as lesões frequentes e/ou de longa duração em jogadores chave. Depois, no final da época, Sauzo foi diminuído em prol de um Cardozo que marcou golos de valor "inferior". Foi uma aposta de risco, falhou! Mas as hipóteses de sucesso eram as mesmas.
 
Espectadores! Para a Liga Sagres a "Catedral" teve uma média de quase 36000 espectadores pagantes, i.e., cerca de 1500 pessoas a menos que no ano passado. Pode haver duas leituras; pese embora a melhor classificação, os adeptos estão a perder a paciência para a falta de consistência/resistência da equipa; Por outro lado, poderá ser um resultado positivo tendo em conta o vendaval económico que abalou Portugal desde Outubro de 2008.  Contudo, estamos a falar sempre de números que não chegam a 60% da capacidade instalada. Independentemente das classificações finais, há uma detalhe sério e urgente a melhorar nesta matéria, e ele é o horário dos jogos. Provavelmente até 2013 não vai haver grandes novidades nos horários, pois televisão, horários dos jogos e espectadores no estádio estão relacionados. Note-se ainda que na totalidade das competições da LPFP a presença de espectadores aumentou 3% muito por culpa do único troféu ganho.
 
Financeiramente o SLB precisa de equilibrar as suas contas. É importante para qualquer organização não apresentar sucessivos resultados operacionais negativos numa dimensão que ultrapassa os 3,5 milhões de contos (em escudos), isto tendo em conta os resultados financeiros do 3º trimestre da época 2008/2009. Se tivesse na Futebol-SAD vendia 5 ou 6 jogadores a sair deste grupo, Cardozo, Luisão, Di Maria, Yebda, Katsouranis, Maxi Pereira, Sidnei, Balboa, Makukula, Sepsi, Adu, Zoro e Alliche. Destas vendas tentava que saissem pelo menos 15 a 20 milhões de contos. E mais, a emprestar jogadores que seja para fora do país onde há dinheiro para pagar a totalidade dos salários dos mesmos. Neste ponto não concordo com esta direcção.
 
Guarda-redes! É desde Preud'homme uma posição polémica na equipa de futebol do SLB. Quique errou profundamente na gestão dos atletas disponíveis para aquela posição. Não acertou no melhor à primeira escolhendo Quim, pôs Moreto na eliminatória da taça contra o leixões...ridículo!!! Retirou a titularidade a Moreira sem razão aparente -quando se sabe perfeitamente que com jogos nas pernas é o melhor para aquela posição, tanto ao nível físico, como psicológico e técnico-.
 
Handball! Mais uma modalidade dita amadora em que, apesar de não termos sido campeões nacionais, lutamos até ao fim. Ganhou-se pelo menos um título "menor" e continuamos a ser competitivos. Esta modalidade aprofunda um duelo na preponderância desportiva nacional entre SLB e FCP. Merece ser central no clube pois também a é no país...mas sempre com pés no chão (financeiramente).   
 
Imparcialidade! É uma característica que os dirigentes do meu clube devem rapidamente assumir não ser apanágio da comunicação social. É certo que o jornal "A Bola" é "pró-benfiquista", mas, em contra-partida, tudo o resto é ataque cerrado ao SLB quando há razões e quando não as há! Logo, é preciso perceber que o discurso vigente na comunicação social serve maioritariamente os interesses do Sporting e Porto, como tal, deve ser adoptado um "contra-discurso" mais áspero e exigente para com jornalistas, combatendo sempre as opiniões e construções lógicas baseadas em falsidades, imprecisões ou factos que carecem de prova consistente.
 
Juniores do futebol a jogar para o título na última ronda do campeonato em Alcochete, num jogo organizado por amadores, é algo de bom! Sem ser forçosamente um indicador de atletas oriundos das camadas jovens prestes a explodir nos seniores, é decerto uma mudança de filosofia que pretende "nacionalizar mais" a modalidade rainha do clube. Importante nos juniores não é ganhar mas sim formar jogadores de excelência e/ou homens para o futuro. Até porque, na minha óptica, a lei FIFA do 6+5 (ou coisa similar) vai ser uma inevitabilidade. Nessa altura, forçosamente, os clubes com boas camadas jovens serão preponderantes nos sucessos desportivos e financeiros. 
 
Liga Europa! Digamos que tudo o que seja menos que quartos de final nesta competição em 2009/2010, não vai fazer esquecer uma campanha europeia em 2008/2009 que envergonha o historial do SLB. Perder com Metalist e Galatasaray em casa e levar 5 na Grécia é de todos os pontos de vista inaceitável.
 
Miguel Vítor...finalmente um jovem das nossas escolas que jogou mais de vinte jogos numa época inteira. Bem aproveitado será um "investimento" que só pode frutos! Parece um defesa-central com futuro. Gosto de vê-lo a jogar e sinto que pode crescer muito.
 
Natal! Desta vez chegamos a Dezembro em primeiro lugar na Liga Sagres. De acordo com a minha ideia de que parar o campeonato nesta quadra é nefasto, o SLB a partir do início de Janeiro apagou-se paulatinamente. Perdeu o pouco balanço do primeiro terço da época. Aquele jogo de entrada no novo ano com o Trofense é uma anedota, mal jogado, mal preparado, e, provavelmente, o desleixo perante um adversário menor, pensando-se que o Natal não tinha acabado, foi seguramente mais um dos erros.
 
Óscar Cardozo. Parece que se valoriza, mas muito mais do que valoriza a equipa. Marca golos mas não se ganha muito com isso! Se a sua função é unicamente encostar para golo precisa de fazer muitos mais! Se conseguir assistir jogadores que vêm de trás então vai se tornar um caso sério de sucesso! 
 
Pablo Aimar! Um ano para se curar, esperamos nós agora de três para jogar! Se isso não acontecer o SLB provavelmente vai deixá-lo partir no final da época 2009/2010... e bem!
 
Quique Flores! Dos 4 ou 5 erros de monta em 2008/2009, foi o maior e gerador de muitos outros menos importantes, abriu-se o "melão" e ele era mau. Como Bagão Felix disse, Quique não percebeu um campeonato em que participaram Trofense, Setúbal, Académica e Belenenses. Teve um plantel excessivamente construído ao seu desejo e falhou! Falhou...rua! Não deixa saudades, nem sequer pelo seu discurso que apesar de muito "urbano" era pouco ambicioso. 
 
Ricardinho é o rosto de mais uma modalidade vitoriosa no clube. Temos ganho muitos títulos num Futsal em crescendo que passa bem na TV e nos adeptos. Os seus artistas têm sido um bom escape para as frustrações do Futebol 11. É para isso que também existem  as modalidades, dando profundidade e emoção quando o objectivo principal falha. Pena que haja "Vilarinhos" que não percebem isto. 
 
Sem museu o SLB fica sempre com uma obra daquelas de "caras" por fazer! Um museu digno é essencial para o nosso ego e para o negócio.  
 
Ter a possibilidade de ser candidato a presidente do SLB com apenas 5 anos de sócio efectivo é pouco! É até lesivo dos superiores interesses do clube, pois estamos sujeitos a "raides" de vaidosos estilo Bruno Carvalho que nada tem para oferecer mas muito para se promover. Como tal, na revisão estatutária necessária o artigo 23º tem que ser alterado. Dez anos de sócio efectivo para poder ser candidato a presidente seria mais seguro. 
 
União! Para mal dos benfiquistas ilustres que querem o poder  de presidente, os outros benfiquistas também ilustres, mas mais desconhecidos, estão unidos no reconhecimento do bom trabalho de Luís Filipe Vieira, merecedor de mais 3 anos de mandato. Em 2012, se Luís Filipe Vieira ganhar poucos ou nenhuns títulos, então ai vão ter uma boa oportunidade de mostrar aquilo que valem (ou não!).
 
Veiga! Achar que ser reconhecido pelo bom desempenho como director desportivo no passado era suficiente para ser o aglutinador de um movimento forte para ganhar eleições presidenciais, foi lirismo. José Veiga não percebe que nos orgãos sociais só podem estar 100% benfiquistas...é a vida! Ninguém esquece que ele, até tarde na vida, foi incondicional adepto do FCP.  
 
Xistra! Carlos o árbitro! Para bem da imparcialidade do futebol português e do SLB, este senhor devia ter um ataque de sarna que o impedisse de apitar 5 anos! Pode não ser corrupto, mas de certeza que é incompetente. Como ele há mais 10! Por isso, definitivamente, o elo mais medíocre do futebol nacional são eles.
 
Zig-Zag! Quique teve dificuldade em encontrar um onze tipo, ziguezaguiando meio às "apalpadelas" (principalmente no meio-campo e na defesa). Perdemos o campeonato também porque a equipa não tinha rumo definido no seu sistema e plano de jogo. O treinador foi uma desilusão, também nesta vertente não percebeu que não são os jogadores que se adaptam aos sistemas mas sim o oposto.

 

sinto-me: bem
música: Sou benfica
publicado por Planeta Roxo às 17:59

link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



psroxo@sapo.pt

pesquisar

 

posts recentes

Reflexões de observador a...

Notas Direitas- Projecçõe...

Agora só quando vale...e...

O Nº226034 está-lhe grato...

É muito melhor que as 'pa...

Só para avisar que se me ...

Onde está a equidade cons...

Precisamos de oportunidad...

O meu olhar sobre polícia...

Flash Liberal- Passos Coe...

Maio 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

tags

todas as tags

arquivos

Maio 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

mais sobre mim

blogs SAPO