Sexta-feira, 24 de Junho de 2011

Notas Direitas

1ªNota: Para espanto dos 'grandes' intelectuais europeus, o impensável para alguns está a acontecer perigosamente na Grécia. O caldo social está a ferver, os culpados pelos gregos foram encontrados, políticos (todos) e bancos que a eles e à nação emprestaram. Os grandes beneficiários? O partido da função pública! Os revoltosos emergentes, os privados, vendo-se nas lonas iniciam um novo movimento de não pagamento de impostos, taxas e serviços públicos. E agora? Bem...não sei, com os gregos posso eu bem (ou menos mal)! Mas se isto der para o torto a sério sempre se pode fazer esta pergunta aos auto-intitulados defensores do estado social. Como se defende o estado social sem estruturas, sem receitas e sem estado?

 

2ªNota: O que é maioria social de António Costa, Carvalho da Silva ou João Proença? É bloquear Portugal graças à acção de forças minoritárias que se aproveitam de posições estratégicas -alcançadas por vias revolucionárias- sustentadas até à eternidade por leis obsoletas e antidemocráticas? É isto? É isto que defendem como valor superior à expressão do voto em eleições legislativas? De facto extraordinário. Não é a melhor maneira de aprofundar a democracia...pelo menos é a minha opinião.

 

3ªNota: Quase toda a gente, excepto os titulares dos poleiros, aceita que os Governos Civis são inúteis ou facilmente substituíveis com poupança de custos. Então como se pode entender o choradinho dos visados? Fácil! A táctica do usual de quem está bem instalado e vai ter que fazer por encontrar outro local. Agora o que não se entende de todo é alguma comunicação social dar voz clemente aos argumentos dos governadores. Os 'Governos' Civis dão lucro? Óptimo, não invalida que são inúteis. Ao acabar com eles a poupança não é significativa? Além de ser um argumento realmente idiota num país à beira da falência, a inutilidade mantêm-se e sempre são 20 ou 30 milhões por ano para outra coisa. Para além do mais não se perceberia que uma das imposições da Troika não tivesse como pedra de mote os representantes do governo nas regiões. AH! Atenção...ainda há quem defenda a sua importância devido a necessária coordenação política de forças de segurança e de combate a catástrofes. É pena é que não explicaram nem sequer foram convincentes do que se quer dizer com 'coordenação política'.

     

sinto-me: bem
música: Everlong
publicado por Planeta Roxo às 20:06

link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



psroxo@sapo.pt

pesquisar

 

posts recentes

Reflexões de observador a...

Notas Direitas- Projecçõe...

Agora só quando vale...e...

O Nº226034 está-lhe grato...

É muito melhor que as 'pa...

Só para avisar que se me ...

Onde está a equidade cons...

Precisamos de oportunidad...

O meu olhar sobre polícia...

Flash Liberal- Passos Coe...

Maio 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

tags

todas as tags

arquivos

Maio 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

mais sobre mim

blogs SAPO