Quinta-feira, 1 de Dezembro de 2011

Notas Direitas

1ª Nota: A Taxa Pai Natal!

 
Tenho reservas, ou melhor, em tese, sou contra qualquer tipo de tributação sobre o lucro de juros e dividendos. São derivas socialistas assentes em estruturas mentais colectivizadas e invejosas que; 
 
a) Não premeiam quem arrisca e se expõe numa lógica empresarial racional, ponderada e dinâmica;
b) Prejudica o investimento mais frutuoso pela subtracção de poupanças não estatais;
c) Direcciona os cidadãos para padrões errados ao nível do consumo e do planeamento a longo prazo da sua vida económica;
d) São lógicas de dupla tributação pois recaem na maioria das situações em capital já taxado em IRS e IRC, logo, o Estado já ficou com a sua fatia, querendo ficar com uma segunda, agora dos proveitos de quem bem aplicou o que era seu. Já sei...vão me falar de ricos que vivem exclusivamente de juros e dividendos de capital! Peço desculpa não invejo os ricos e a sua descendência.   
 
Agora uma taxa de 25% não uma questão de ser contra e aceitar a excepção se bem justificada, já considero um autêntico roubo em prol do funcionário público como classe. Se ao menos fosse para um propósito democrático e abrangente?!
 
2ªNota: Porque há boas notícias de empresas Portuguesas!
 
 
A EDP é o paradigma do problema económico em Portugal. Paga poucos impostos? Não! Em 2009, foram 400 Milhões em IRC e impostos diferidos (25,5% dos lucros). E decerto que os seus funcionários pagaram as taxas de IRS fixadas pelo governo. O problema está na regulação energética -mercado pouco concorrencial- que deveria ser totalmente centrada na defesa do consumidor, e não, é desequilibrada a favor do investidor, neste caso numa empresa até agora controlada pelo Estado imagine-se! O Estado a agiotar de um lado e do outro, i.e., agiota os consumidores pelos custos da sua política energética (conduzida pela sua empresa), e de outro agiota os seus sócios minoritários da EDP pela taxa liberatória.
 
3ªNota: Será que as fabulosas contribuições de titulares de cargos públicos para resolver problemas da Sociedade passam sempre pelo aumento de impostos?
 
Temos um problema de transportes e toma lá, o Presidente da Câmara Municipal de Lisboa propõe uma sobretaxa nos combustíveis! Produto com uma estrutura de preço em que os impostos já valem 50-55% da cotação...ideia muito original portanto.
 
Temos um problema de ambiente...e pimba já se equaciona uma taxa de entrada nas grandes cidades.
 
Não há paciência para políticos nacionais. Exige-se a este governo as tão necessárias mudanças para melhor e não impostos.
 
sinto-me: bem
música: Pyro
publicado por Planeta Roxo às 19:37

link do post | comentar | favorito
psroxo@sapo.pt

pesquisar

 

posts recentes

Reflexões de observador a...

Notas Direitas- Projecçõe...

Agora só quando vale...e...

O Nº226034 está-lhe grato...

É muito melhor que as 'pa...

Só para avisar que se me ...

Onde está a equidade cons...

Precisamos de oportunidad...

O meu olhar sobre polícia...

Flash Liberal- Passos Coe...

Maio 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

tags

todas as tags

arquivos

Maio 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

mais sobre mim

blogs SAPO