Sábado, 29 de Março de 2008

Penalty's

O Facto: Descida do IVA de 20 para 21%

 

Era inevitável, Sócrates e o seu bando fazerem qualquer coisa, senão vejamos 4 razões;

 

1) Já sabem que ao contrário do previsto pelo governo para 2008, o crescimento económico vai descer para níveis aproximados de 2006 ou 2005 (no pior dos cenários). Ou seja, a conjuntura económica internacional já não chega para disfarçar as mentiras deste governo.

 

Andaram 3 anos a vender muitas coisas que não fizeram ou não é mérito da boa governação do PS. Uma delas era a maior rubustez da economia Portuguesa! Pois bem, ela até ver  não existe, circunstancialmente exportámos mais porque outros tinham mais dinheiro para gastar. Está  por provar a conquista de mercado internacional.

 

Como tal toca de incentivar o consumo interno para recompor o ramalhete. Fica no ar a questão...Só 1%? Será que é a consciência que as reformas do estado são um fracasso e não há espaço para muito mais, e o pouco que resta é para as vésperas de eleições. 

 

Convenhamos que isto não é nada. Sócrates não tem um plano fiscal responsável, mas sim um projecto de poder a qualquer preço.

 

2) Naquilo que também não controlam e tem pouca influência, i.e., a política cambial da zona euro, observam um banco central europeu que simplesmente "borrifa-se" para os países pequenos como Portugal.

 

Não há descida do preço do dinheiro, argumentado-se com a necessidade de controlar pressões inflacionistas! Mas desculpem lá senhores Europeus... Eu que sou só um ignorante Português pergunto; Já reparam no aumento brutal do custo de vida desde que existe zona Euro? Vocês não estão a controlar nada... pelo menos aqui neste rectângulo baptizado como California da Europa.

 

É o que dá ser um militante desta estúpida e mal pensada  integração Europeia! Agora aguentem... 

 

3) É fácil ver que bons empresários em Portugal há poucos. Sem surpresa, estão ao nível dos politícos. Logo, investimentos sem a protecção do estado e com verdadeiro risco são quase nulos. Em 3 anos temos mais estado, uma nova onda da economia do betão e nada de fresco nas verdadeiras novas oportunidades de negócio.

 

Veja-se por exemplo a área de energias renováveis, o estado com as suas regulamentações e condições demora a abrir este negócio a pequenas empresas e empresários. Tirando a Martifer, quem estava no negócio da energia tradicional, lá continua de cara lavada no das renováveis. Há pouca gente nova, logo, inovação limitada.

 

Este governo ainda não foi aquele que começou a quebrar a ligação necrosa entre empresários e aparelho do estado em Portugal. Assim, nunca pode contar com a maioria dos empresários nacionais que não sabem  "andar" sozinhos, são pior que crianças.

 

Querem outro exemplo? veja-se como não se liberaliza o negócio de televisão em canal aberto!!! Não vá alguém aparecer com outras outras ideias que não sejam novelas das 14 às 24 horas.

 

4) Por último, o primeiro-ministro, apesar da pouca concorrência, começa a ter sondagens pouco interessantes.... e isto é um facto verdadeiramente extraordinário. É o reconhecimento de que se governou muito mal apesar das condições únicas (criadas) para que tal fosse feito.

 

Não desprezando as metas alcançadas, leia-se a solitária, o défice publico, há a  ideia generalizada que os portugueses, sejam eles funcionários públicos ou privados, vivem pior e o governo tem grandes responsabilidades nisso. Como tal, Teixeira dos Santos, deu-nos um reboçado do tamanho de uma bactéria detectada pela ASAE no chão de um restaurante apinhado de gente.  

 

A Frase: "A simplificação só vem com a mestria" (Hung-HSi Wu, professor universitário da UC Barkeley, numa conferência em Lisboa sobre o insucesso escolar da Matemática).

 

Existem verdadeiros mestres do ensino em Portugal? Ou verdadeiros mestres de "sacar" ordenado sem se preocuparem com o "cliente"/aluno?

 

A educação nas suas mais variadas vertentes tem culpados bem definidos. Em Portugal, por longa distância, os mais responsáveis são os professores e seus sindicatos.

A Cena: Os Spots publicitários da TMN.

Ao adoptar uma publicidade em que se cantam músicas de coelhinhos e se observam cretinos vestidos de forma idiota, não me admirava nada, que no futuro, muitas turmas como aquela do Porto (acusada justamente de violência nas escola), usem na sua totalidade a rede TMN.

 

É realmente um spot publicitário em que se triplica a estupidez e o mau gosto.

sinto-me: bem
música: ser benfiquista
publicado por Planeta Roxo às 13:54

link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



psroxo@sapo.pt

pesquisar

 

posts recentes

Reflexões de observador a...

Notas Direitas- Projecçõe...

Agora só quando vale...e...

O Nº226034 está-lhe grato...

É muito melhor que as 'pa...

Só para avisar que se me ...

Onde está a equidade cons...

Precisamos de oportunidad...

O meu olhar sobre polícia...

Flash Liberal- Passos Coe...

Maio 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

tags

todas as tags

arquivos

Maio 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

mais sobre mim

blogs SAPO